quarta-feira, 31 de agosto de 2011

ESTADUAL: Timão perde para a AABB no primeiro jogo das quartas

Colaboração Juliano Del Manto

Na noite desta terça-feira (30), o São Caetano/Corinthians/UNIP foi derrotado por 5 a 2 pela AABB, no primeiro encontro das quartas de final do Estadual. O largo placar não condiz em nada o que foi a partida. A equipe do Pq. São Jorge controlou a partida e teve várias chances de gol, porém, pecou nas finalizações.
Para o jogo de volta no dia 9/09, no Parque São Jorge, o timão precisa de uma vitória no tempo normal o que leva a partida para o tempo suplementar. Na prorrogação os alvinegros jogam por um resultado igual para prosseguir na competição.

O jogo
Desde os primeiro minutos o ritmo da partida foi muito alto. Os adversários entraram mais ligados e foram competentes em concretizar em gols as poucas chances que teve. Logo aos 50 segundos, a AABB abriu o placar com André Maluco. O Corinthians demorou a se encontrar e em mais uma desatenção da defesa sofreu o segundo gol, desta vez, com o ala Cris.

Quando o timão se encontrou, as oportunidades de gol foram inúmeras. Na metade da primeira etapa, o capitão Paulinho Japonês, fez linda jogada individual e fez um belo gol. Após o gol, a partida foi toda corinthiana, que com muita movimentação e ótimos passes chegaram com frequência ao gol de Bagé. Alemão, Paulinho e Arthur Oliveira desperdiçaram excelentes oportunidades.

Na etapa suplementar, o panorama do jogo continuou o mesmo. Corinthians criando e buscando o gol e a AABB se defendendo e explorando os contra-ataques. A partida iniciou a se complicar para o timão, quando o ala Alemão recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

A AABB soube explorar a superioridade numérica e em um chute cruzado, Felipe fez o terceiro. Imediatamente, Danilo Baron entrou exercendo a função de goleiro-linha, mas, desta vez, a iniciativa não surtiu efeito e Vilian fez dois gols e aumentou a vantagem. Ainda deu tempo, de PC fazer um bonito gol e diminuir a vantagem.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

COMISSÃO TÉCNICA: Quantidade e Qualidade

Lembro quando comecei a carreira no futsal, ainda como atleta nas categorias de base da Malwee, era comum as comissões técnicas serem formadas por 3 a 4 pessoas no máximo, em nossa própria equipe o treinador Renato que é hoje o treinador da equipe adulta de Jaraguá do Sul acumulava diversas funções, além do papel principal de treinador, era responsável pela parte física e também por funções características do supervisor, no entanto, acreditava que fosse algo normal por se tratar de uma equipe juvenil, porém quando comecei a trabalhar com o adulto diretamente por inúmeras vezes encontrei equipes que possuíam apenas o treinador, uma pessoa responsável pela rouparia e um terceiro componente que acumulava funções de preparador físico, auxiliar técnico e supervisor.
Com o passar do tempo e observando atentamente a composição das comissões técnicas criei uma simples e direta opinião, uma equipe vencedora precisa de vários profissionais qualificados e o mais importante sem que esses acumulem funções, dessa maneira é possível otimizar o tempo de trabalho e focar nas prioridades, comecei entender esse processo quando a equipe da Malwee montou um super time no começo da última década, no entanto não foi imediatamente um projeto vencedor, após alguns anos foram contratando profissionais do mais alto escalão que hoje são a base da comissão do Santos, unindo esse profissionais com um elenco fortíssimo, a conseqüência só podia ser a hegemonia do futsal nacional.

Já no Corinthians, após a chegada do PC, um profissional experiente e acostumado a trabalhar com comissões técnicas competentes, conseguimos montar uma comissão grande e de qualidade, composta pelas seguintes funções: treinador, auxiliar técnico, supervisor, preparador físico, preparador de goleiros, fisiologista, médico, dois fisioterapeutas, roupeiro, psicóloga, assessor de imprensa e um profissional responsável pela edição de imagens. No primeiro momento causa surpresa pela quantidade de profissionais, porém com o passar do tempo e jogos fica bastante nítido como é importante e indispensável o trabalho de cada profissional.
Além de explanar essa opinião e descrever um pouco sobre algumas situações vivenciadas, quero atentar para a fundamental ligação entre esses profissionais, pois de forma isolada geralmente não conseguimos extrair o máximo de cada, no entanto quando existe a troca de informações e o questionamento, consequentemente existem mais análises e reflexões o que nos remetem a uma evolução e aperfeiçoamento profissional interessante e benéfico para a equipe.

Ocorrem em uma temporada centenas de situações aonde o conhecimento básico de todas essas funções contribui muito para a resolução de alguns problemas, por exemplo, o treinador precisa entender da preparação física, para que na montagem e execução dos seus treinamentos ele não ultrapasse o limite físico dos atletas, o mesmo sobre a parte psicológica, afinal ele precisa absorver as informações passadas pela psicóloga e saber utilizá-las da melhor maneira possível, no caso do preparador físico é extremamente importante entender as informações coletadas pelo fisiologista, compreender a transição fisioterápica e respeitar as restrições impostas pelo departamento médico quando um atleta está voltando de lesão.
Estes são apenas alguns exemplos da importância da interdisciplinaridade, sem exceção todas as funções precisam dessa ligação, isso facilita e melhora o trabalho de cada profissional e por conseqüência o trabalho de toda equipe.


ESTADUAL: AABB x Corinthians, primeiro jogo das quartas de final

Fonte: Federação Paulista de Futsal

Após selar sua classifcação na Liga Nacional na última sexta-feira (26), a equipe principal do São Caetano/Corinthians/Unip se apresentou na manhã desta segunda-feira (29), no Parque São Jorge.
Os comandados do técnico PC de Oliveira se preparam visando a partida decisiva pelo Campeonato Estadual. Nesta terça-feira (30), os Alvinegros enfrentam a AABB às 19h, no ginásio do adversário. O duelo é valido pelas quartas de final da competição e o jogo de volta está marcado para o dia 09 de setembro, no Parque São Jorge.

"Tanto na Liga, quanto no Estadual, chegamos nos momentos cruciais do campeonato, onde as grandes equipes aparecem. Estamos preparados para ambas as competições e esperamos começar com o pé direito diante da AABB', finalizou o ala corinthiano PC Diniz.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

LIGA FUTSAL: Timão vence o Peixe e se classifica para as quartas de final

O São Caetano/Corinthians/Unip está classificado para as quartas-de-final da Liga Futsal 2011. O timão venceu o Peixe/Mazza por 3 a 0, na noite desta sexta-feira (26/8), no ginásio do Sobradinho e confirmou a vaga para a próxima fase da competição. Além dos alvinegros, o Carlos Barbosa também está garantido na chave B.
Na última rodada desta fase, os alvinegros enfrentam o Carlos Barbosa (RS), apenas para cumprir tabela, já que os dois conjuntos estão garantidos nas quartas de final.

A partida teve seu primeiro gol aos 12min33, quando Lukaian recebeu passe de Alemão e chutou forte, abrindo o marcador no Distrito Federal. Ainda no primeiro tempo, Arthur ampliou para os paulistas, aos 18min35.

Na etapa final, Tiago desperdiçou um pênalti, defendido pelo goleiro Leandro. Logo na sequência, Léo ampliou para os visitantes, aos 27min51. O terceiro gol corintiano forçou o técnico do Peixe, Sérgio Adriano, a pedir tempo e adotar o ala Cássio como goleiro-linha, mas a tática não surtiu efeito.

“A classificação é fruto de todo o trabalho feito até agora. Viemos aqui e fizemos o que tínhamos que fazer que era conquistar a vitória. Só não podemos esquecer que ainda temos mais um compromisso diante do Carlos Barbosa”, destacou o pivô Lukaian, autor do primeiro gol da partida.

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

LIGA FUTSAL: Só a vitória interessa para o Corinthians contra o Peixe em Sobradinho-DF

Fonte: CBFS

Vencer ou vencer, esse é o pensamento de Peixe/Mazza e São Caetano/Corinthians/Unip na noite desta sexta-feira (26/8), em duelo válido pela segunda fase da Liga Futsal 2011 – principal competição do salonismo nacional. Brasilienses e paulistas, presentes no grupo B, se enfrentarão a partir das 20h15.
Com seis pontos ganhos, o alvinegro do Parque São Jorge ainda segue em busca de sua classificação as quartas-de-finais do campeonato. Para avançar, o Timão depende apenas de si e uma vitória nesta sexta será de fundamental importância para as pretensões dos corintianos. Danilo Baron, peça chave na equipe, está de fora do compromisso no DF. O ala está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Sonho da vaga ainda persiste no Peixe/Mazza
Só um milagre, praticamente, colocará o Peixe/Mazza nas quartas-de-finais da Liga deste ano. Com apenas um ponto conquistado na segunda fase do nacional, o elenco brasiliense terá que vencer seus dois próximos jogos, incluindo o Corinthians, e torcer por uma derrota do time paulista na última rodada.

Depois de uma viagem cansativa até Rio Grande do Sul, onde encarou o Carlos Barbosa e perdeu pelo placar de 4 a 2, a comissão técnica do Peixe deu um dia de descanso aos atletas e na última quarta-feira (24) já deu início à preparação para o confronto contra o Timão, do técnico PC Oliveira.

Para a penúltima partida nesta fase, o treinador Sérgio Adriano, do Peixe, não contará com um de seus principais jogadores: Carlos Henrique, o Munin. Na derrota para a ACBF, o ala recebeu o terceiro cartão amarelo e agora terá que cumprir suspensão automática.

“Não podemos ficar pensando nas outras partidas. Por exemplo, não nos interessa o resultado entre Carlos Barbosa e Umuarama. Caso o time paranaense vença, nós ainda teremos como passá-lo, pois teremos o confronto direto contra ele. Antes de fazer as contas precisamos vencer o Corinthians, caso contrário de nada adianta a gente ficar torcendo contra os outros”, alertou Sérgio Adriano. Com a ausência de Munin, o também ala Robinho, recém-promovido para o time adulto, ganhará oportunidade contra o Corinthians. “Venho numa crescente boa e estou contente pelo treinador confiar em mim. Se precisar ser utilizado espero poder retribuir com um bom jogo”, afirmou o camisa 11, confiante.

Classificação de momento da chave B
1º Carlos Barbosa: 10pontos
2º Corinthians: 6pontos
3º Gazin: 3pontos
4º Peixe/Mazza: 1ponto

FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO: Hipótese da Fadiga Central

Colaboração David Cardoso (Fisiologista Corinthians Futsal)

O Sistema Nervoso Central é responsável por quase todas as ações que realizamos, por isso é importante entender seu funcionamento e suas reações. Para podermos entender o processo em questão neste artigo, é importante se explicar o que são e o que fazem algumas substâncias que o compõem. Entre elas estão a serotonina e o triptofano.
A serotonina é uma amina biogênica, ou seja, um neurotransmissor responsável pela condução de correntes elétricas que são necessárias para a ação do Sistema Nervoso. Ela é obtida a partir do aminoácido essencial (não produzido pelo organismo) triptofano e está relacionada a alterações de comportamento e humor, assim como da ansiedade, depressão, sono, FADIGA, entre outros. O Triptofano, como dito anteriormente, é um aminoácido que realiza a síntese protéica onde adicionada a outros aminoácidos dá origem a diversas proteínas, mas além disso é responsável pela regulação de diversos processos fisiológicos.

No plasma, o triptofano pode circular 10% de forma livre, ou seja, não ligado a qualquer componente estando livre para adição a qualquer molécula, em contrapartida ele passeia em grande proporção (90%), adicionado a alguma proteína transportadora, no caso a albumina.

Dentro do Sistema Nervoso possuímos uma membrana que é chamada de barreria hematoencefálica, que permite ou não a entrada de substratos e moléculas. Para ultrapassá-la é necessário que uma proteína esteja ligada a outra substância para facilitar e realizar sua entrada. O triptofano livre (sem estar ligado a nenhum componente) compete com outros 5 aminoácidos (isoleucina, valina, leucina, tirosina e fenilalanina) para realizar a ligação com a albumina e consequentemente realizar a passagem pela membrana.
TRP= Triptofano; ACR= Aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA); AGL= Ácidos graxos livres

Ao realizarmos atividades de curta duração e alta intensidade, assim como as atividades de longa duração, fazem com que o hormônio Glucagon passe a funcionar e retirar da corrente sanguínea a glicose, diminuindo assim níveis de glicemia e quantidade de susbtrato para a utilização dos músculos. Assim o organismo precisa encontrar alguma forma de captar energia de outras fontes, assim passa a se utilizar dos aminoácidos, os quebrando e tranformando em glicose através de um processo chamado de gliconêogenese.

Através deste processo, os aminoácidos que realizavam a competição com o triptofano livre diminui, e consequentemente ele se une mais facilmente a albumina (proteína transportadora) e por conseguinte passa pela membrana, produzindo maior quantidade de serotonina, responsável pela fadiga central.

A partir da atuação da fadiga central o que se pode notar é que o indivíduo se extenua não pela questão muscular ( falta de Creatina-fosfato, acúmulo de íons que prejudicam a contração muscular), mas pela fadiga do Sistema Nervoso e percepção subjetiva (redução dos índices de glicose e alteração da concentração de aminoácidos).
Portanto através de todo este processo, muitos pesquisadores tem procurado identificar sua reprodutibilidade e como podemos diminuir o risco da realização de tal processo, pois desta forma poderíamos tirar do atleta ou pessoa condicionada o melhor de seu rendimento
.


terça-feira, 23 de agosto de 2011

SELEÇÃO: Simi e Danilo são convocados para Copa América

Os atletas do São Caetano/Corinthians/UNIP Simi e Danilo Baron foram convocados para a seleção brasileira de futsal para disputar a Copa América. O torneio será realizado entre os dias 12 e 17 de setembro, na Argentina. A seleção verde e amarela vai em busca do pentacampeonato, já que conquistou o títulos nos anos de 92, 96, 2000 e 2008.
A Copa América de Futsal terá todos os seus jogos no Complexo Desportivo de Hurlinghan, que fica na região metropolitana de Buenos Aires, capital argentina. Serão nove seleções na disputa do título. As equipes estão divididas em três grupos, com três equipes cada. O Brasil está no grupo B, juntamente com Colômbia e Bolívia, contra quem os hexacampeões mundiais estrearão no dia 12 de setembro. O duelo contra os colombianos está marcado para o dia 14 de setembro.

Tanto Simi quanto Danilo Baron ficaram felizes com a convocação e celebraram o momento. “Ser convocado para defender seu país é sinal que o trabalho vem sendo bem feito no clube. Estou muito feliz e orgulhoso por mais esta chance” declarou Danilo. Seguindo o raciocínio de Danilo, o craque Simi observa. “Estou contente por mais esta oportunidade. A Copa América é uma competição importante com grande visibilidade. Tenho certeza que faremos um bom trabalho", declarou o artilheiro.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

LIGA FUTSAL: Corinthians e Umuarama empatam novamente e seguem na briga pela vaga

Fonte: globoesporte.com/futsal

Ainda não foi nesta rodada que o Corinthians conseguiu a classificação para as quartas-de-final da Liga Futsal. Jogando no ginásio do Parque São Jorge, em São Paulo, o Timão empatou com o Umuarama em 1 a 1 e segue na vice-liderança do grupo B da segunda fase. Os paranaenses continuam em terceiro e têm agora duas rodadas para tirar uma diferença de três pontos para o Corinthians. Na próxima rodada, o time corintiano encara o já eliminado Peixe Brasília, em Sobradinho (DF), enquanto o Umuarama recebe o líder Carlos Barbosa, em Umuarama (PR).
No jogo desta noite, os visitantes saíram na frente, com menos de um minuto. Em um jogada rápida de ataque, Marcelinho recebeu na frente e tocou na saída do goleiro Leandro. O Corinthians não se abateu com o gol sofrido e foi ao ataque. Aos 11, Simi perdeu gol feito, ao finalizar para fora, cara a cara com o goleiro Gian.

De tanto pressionar, o Timão chegou ao empate aos 11 quando o mesmo Simi puxou contra-ataque e passou para Danilo apenas empurrar para o fundo da rede. A pressão corintiana seguiu, mas os paranaenses voltaram a criar uma boa chance no minuto final, quando Vini acertou o travessão ao desviar lançamento de cabeça.

- Demos bobeira depois que fizemos 1 a 0 e contra o Corinthians não podemos fazer isso. Estamos bem na partida e esperamos que o segundo tempo seja melhor ainda - comentou Marcelinho, ao SporTV.
Os primeiros 10 minutos do segundo tempo foram mais equilibrados. Com um estilo de jogo mais cadenciado, o Corinthians não conseguia penetrar na defesa paranaense. O Umuarama, por sua vez, insistia nos passes longos, que acabavam parando na marcação dos donos da casa.

Restando oito minutos para o fim, Yuri chutou rente ao poste direito do gol de Leandro. Quatro minutos depois, foi a vez de Jaiminho chutar forte para a defesa do goleiro corintiano. O Timão acordou nos minutos finais. Em um contra-golpe rápido, Paulinho Japonês tocou na saída de Gian, mas o goleiro do Umuarama conseguiu salvar. Na jogada seguinte, Simi recebeu dentro da área e bateu: Gian operou outro milagre.

O placar de 1 a 1 foi lamentado pelos corintianos.
- Tive uma chance faltando seis segundos, mas não tive sorte. Pelo menos, continuamos em segundo e vamos procurar a classificação fora de casa. Temos muita experiência e vamos buscar essa vaga - disse o corintiano Alemão, em entrevista ao SporTV.
Nos outros jogos da rodada, o Carlos Barbosa bateu o Peixe Brasília por 4 a 2, enquanto o Minas fez 4 a 2, de virada, no Marechal Rondon. Em Orlândia (SP), o Orlândia goleou o Tubarão por 6 a 2.

domingo, 21 de agosto de 2011

LIGA FUTSAL: Jogo decisivo para o Timão nesta segunda

Colaboração Juliano Del Manto

A uma vitória das quartas de final, o São Caetano/Corinthians/Unip recebe o Gazin/Oi/Penalty (PR) na partida mais importante do ano até o momento. O duelo será nesta segunda-feira (22) às 19h15, no ginásio do Parque São Jorge com transmissão ao vivo do canal SporTV.
A equipe do técnico PC de Oliveira está na segunda colocação com 5 pontos, atrás do Carlos Barbosa que tem 7 pontos. Caso os alvinegros consigam um resultado positivo chegam aos 8 pontos e carimbam sua vaga para a próxima fase. Para isso, jogadores e comissão técnica contam com o apoio da Fiel torcida nas arquibancadas do ginásio.

“Tenho absoluta certeza que a torcida vai comparecer e vai nos empurrar do começo ao fim. Precisamos da ajuda de todos neste momento tão importante”, declarou o artilheiro da equipe corinthiana Simi.

A entrada é gratuita. Compareça Fiel torcida!

terça-feira, 16 de agosto de 2011

ESTADUAL: Com tranquilidade e um golaço Timão vence mais uma

Colaboração: Juliano Del Manto
Vídeo: http:espn.estadao.com.br


Com a vaga carimbada na próxima fase, a equipe do São Caetano/Corinthians/UNIP foi até a cidade de São Bernardo do Campo, enfrentar o Mesc/São Bernardo. O timão foi muito superior e venceu por 2 a 0. O duelo aconteceu na noite desta terça-feira (16), no ginásio Adib Moises Dib, em São Bernardo do Campo (SP).

video
O próximo encontro alvinegro será nesta sexta-feira (19), onde recebe a AABB no ginásio do Parque São Jorge.

Durante os 40 minutos a tônica da partida foi à mesma, o Corinthians com a bola buscando o ataque e os adversários se defendendo visando contra-golpes. O primeiro tento do jogo não demorou a sair, Douglas aproveitou bom passe de Arthur Oliveira e de perna direita fez o primeiro.

O quarteto considerado titular iniciou no banco e quando entrou manteve o bom ritmo. Porém, não foi feliz nas finalizações e não conseguiu ampliar a vantagem. Na etapa final, a partida ficou morna até os 10 minutos finais. Quando Lukaian fez uma belíssima jogada individual e de perna direita estufou as redes adversária fazendo o segundo.

“Mesmo já garantidos na próxima fase, mostramos seriedade e fizemos um bom jogo. Encontramos uma equipe que só se defendeu e isso deixou a partida sem emoção. Agora vamos focar na próxima partida e dar sequencia no trabalho", declarou o ala Fineo.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

ESTADUAL: Corinthians x São Bernardo ao vivo na ESPN Brasil

Colaboração Juliano Del Manto

Após um fim de semana de descanso, o elenco do São Caetano/Corinthians/UNIP se apresentou na manhã desta segunda-feira (15), no Parque São Jorge. Inicialmente, os jogadores trabalharam a parte física na academia e posteriormente foram para a quadra, onde fizeram um treino tático.
O timão volta a entrar em quadra nesta terça-feira (16), às 19h45, contra o Mesc/ São Bernardo, no ginásio Adib Moisés Dib, em São Bernardo do Campo (SP). O duelo será transmitido pela ESPN Brasil.

Na competição regional, os alvinegros já estão garantidos na próxima fase e lideram o grupo com 6 pontos. “Mesmo já classificados, sabemos que estamos em uma equipe grande onde todos os jogos são importantes. Uma partida que jogamos mal e as coisas não se encaixam, pode nos prejudicar na seqüência da competiçã”,, concluiu o ala Deivão.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

A importância do treinamento no período competitivo

Em geral todas as equipes da Liga Futsal tiveram dois meses de desgaste extremo (maio e junho), por causa dos jogos da Liga, campeonatos estaduais e em alguns casos por cederem atletas para a seleção brasileira. Porém a grande maioria das equipes teve duas semanas antes do início da segunda fase (06.07-25.07) aonde podiam organizar a parte tática e melhorar algumas valências físicas, claro que em alguns casos em virtude do calendário de cada equipe esse período foi maior ou menor. Conversando com algumas pessoas do meio, sempre surgia à mesma pergunta, se por acaso esse período sem jogos poderia atrapalhar a preparação da nossa equipe, por via de regra a ausência de jogos nesse período poderia ter sido um empecilho, já que tínhamos antecipado jogos do Campeonato Paulista, então não tínhamos nenhum compromisso oficial nas semanas de parada da Liga e óbvio que quando o atleta fica um período sem participar de jogos, sente falta de ritmo e até mesmo da competitividade exercida durante o jogo que não consegue ser simulada em todos os treinamentos. Porém nossa preparação tem por meta uma plataforma de rendimento, ou seja, sem períodos programados para pico de performance, no entanto deixamos um certo lastro para evolução física em momentos específicos o que não chega ser um pico de desempenho pois não podemos permitir que exista uma queda após esse período, porém em alguns momentos decisivos atingimos um estágio físico melhor, por isso, a importância dos períodos de treinamento dentro da competição.

Algumas equipes melhoram muito seu desempenho quando realizam jogos em pequeno intervalo de tempo, sobretudo dificilmente conseguem manter o nível de atuação sem terem sequencia de treinamento, sobretudo existem alguns malefícios físicos em situações como essa, como perda de massa muscular, diminuição dos níveis de força e potência, além do desgaste excessivo, aumento do risco de lesões e/ou overtraining. Optamos nesse momento da competição por priorizar cargas e intensidade nos treinamentos, acreditando que esses estímulos darão o suporte necessário para nossa equipe até o final da segunda fase, lembrando que nos 18 dias de parada da competição nacional não realizamos nenhum jogo, dedicamos todo o tempo ao treinamento, realizando 7 sessões de musculação, 3 sessões físicas para valências específicas, além de aproximadamente 20 sessões técnico-táticas.


quinta-feira, 11 de agosto de 2011

SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR: Aminoácidos BCAA

Colaboração David Cardoso (Fisiologista Corinthians Futsal)

O BCAA é um conjunto de aminoácidos que possibilitam a formação das proteínas que tem como função estruturar nosso corpo. Portanto é através da adição de vários aminoácidos que se torna possível a produção de uma proteína.
As proteínas são responsáveis pela formação muscular e de alguns tecidos que compõem nosso organismo. É através delas que os músculos originam-se e favorecem de alguma forma o aumento de seu tamanho e força (hipertrofia). Sendo importante frisar que todas as substâncias suplementares devem ser ingeridas com dosagens corretas e específicas.

Sendo assim, alguns aminoácidos não são produzidos pelo nosso organismo e por isso são chamados de essenciais devendo ser ingeridos pela alimentação ou suplementação; já os aminoácidos sintetizados pelo corpo são chamados de não-essenciais.

Ao realizarmos exercícios físicos causamos algumas microlesões em nossa musculatura as quais favorecem o processo que chamamos de síntese protéica, ou seja, aumento da produção e utilização de proteínas. Por isso se torna de grande importância sua ingestão quando passamos a realizar exercícios físicos, pois além de favorecer processos orgânicos, ainda auxiliamos nossa musculatura a estar preparada para os estímulos que iremos realizar.
O BCAA é o conjunto de três aminoácidos essenciais (não produzidos pelo organismo), que são chamados de isoleucina, valina e leucina. Muitas pesquisas recentes focam o papel da leucina, pois acreditam que esta seja a principal fonte protéica no que diz respeito a recuperação muscular. Eles têm como papel principal oferecer condições à musculatura de absorverem e acelerar a recuperação. A partir da entrada na célula muscular, se tem um ambiente totalmente positivo para a recuperação, pois somados aos aminoácidos já produzidos pelo corpo estes aminoácidos favorecem o aumento da síntese protéica e consequente a recuperação das microlesões causadas pelo estímulo físico.

Porém o que muitas pessoas não sabem, é que em condições especiais e precárias os aminoácidos podem ser utilizados como fonte de energia, assim como os carboidratos (açúcares). Principalmente quando um indíviduo realiza exercício anaeróbio (não utilização de oxigênio), pois seus níveis de glicemia caem pela utilização de glicose (açúcar); para evitar riscos o corpo se defende e busca uma nova alternativa, realizando a quebra de proteínas (proteólise) para usá-la como fonte energética.
Ainda é importante ressaltar que os aminoácidos, no caso específico do BCAA, ainda fazem parte, segundo alguns estudiosos, de um processo chamado de fadiga central. Onde o Sistema Nervoso Central chegaria primeiro a exaustão em relação a região muscular periférica, através de um processo onde os aminoácidos, por estarem em menor quantidade devido a diminuição da glicemia, não competiriam contra uma substância chamada triptofano que gera a serotonina e causa a fadiga central.

Portanto o BCAA está intimamente ligado à recuperação muscular, não esquecendo de sua importância dentro dos vários processos demonstrados acima. No clube, sempre quando realizamos treinos de carga fazemos com que os atletas tomem uma dosagem correta; ainda auxiliamos os processos de recuperação de atletas lesionados com este tipo de suplementação e em momentos específicos da pré- temporada.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

LIGA FUTSAL: Em jogo emocionante Corinthians e Carlos Barbosa ficam no empate

Texto Juliano Del Manto
Vídeo: globoesporte.com/futsal


Com gols de Danilo Baron e Paulinho Japonês, o São Caetano/Corinthians/UNIP empatou por 2 a 2 com o Carlos Barbosa (RS), na noite desta segunda-feira (8), no ginásio do Parque São Jorge. O duelo foi de altíssimo nível e ambos os conjuntos presentearam os mais de 3 mil torcedores com uma ótima partida.

video
Com o empate, o timão se mantém na segunda colocação com 5 pontos e os gaúchos continuam na liderança com 7. Destaque para a fiel torcida, que mais uma vez lotou o ginásio e empurrou o timão os 40 minutos.

O jogo
O duelo começou com o timão melhor na partida, mais agressivo e com boa posse de bola os alvinegros chegaram quatro vezes cara a cara com o goleiro adversário, porém em nenhuma das oportunidades a equipe concretizou.

Durante o período os gaúchos equilibraram a partida e nos contra-ataques eram muito perigosos. E, em uma bola parada abriram o placar com um belo chute do defensor Rodrigo. Empurrado pela fiel torcida, a equipe do Pq. São Jorge foi pra cima e criou muitas chances, mas parou no goleiro Lavosier. Faltando 7 minutos para o fim do período veio o segundo dos visitantes. Leandrinho recebeu bom passe de Rodrigo e com precisão chutou cruzado e ampliou.

Pedindo tranquilidade à equipe o técnico PC solicitou tempo-técnico e orientou os atletas a terem tranquilidade e continuar jogando que o gol sairia. Na etapa final, os alvinegros voltaram da mesma forma, porém com o pé calibrado. Logo aos 20 segundos, o timão mostrou para que veio e em um chute indefensável Danilo Baron, diminuiu e colocou fogo no jogo.

Após o gol, o Corinthians cresceu e empurrado pela fiel torcida passou a controlar o jogo. Com 2 a 1 no placar, a partida ficou equilibrada e poucas chances de gol foram criadas. Como de costume, quando o timão está em desvantagem, Danillo Baron entrou como goleiro-linha e faltando apenas 1min43 Caio Júnior achou ótimo passe para Paulinho Japonês, que com tranquilidade chutou e empatou a partida. “Foi uma excelente partida disputada por duas grandes equipes. Estamos contentes por ter conseguido o empate e somar mais um ponto. Parabéns ao nosso grupo pela força de vontade e superação”, concluiu o goleiro Leandro.

Merecidamente, o elenco corinthiano terá folga nesta terça-feira e volta a se apresentar na quarta-feira no período da manhã.


domingo, 7 de agosto de 2011

LIGA FUTSAL: Corinthians x Carlos Barbosa, clássico do futsal nacional nesta segunda-feira

Retirado do www.cbfs.com.br

São Caetano/Corinthians/Unip (SP) e Carlos Barbosa (RS) enfrentam-se nesta segunda-feira (8/8), às 19h15, no Parque São Jorge, em São Paulo (SP), pela terceira rodada do grupo B da competição. O confronto vale a liderança da chave e, quem vencer, dará um passo importante rumo à classificação para as quartas de final. O Sportv transmite o duelo ao vivo.
Com duas vitórias em dois jogos, o Carlos Barbosa tem seis pontos e lidera a chave. Já o Corinthians, que tem um empate e uma vitória, possui quatro pontos e está em segundo, mas quer aproveitar o mando de quadra para assumir a liderança do grupo. O triunfo corintiano em casa é a torcida, considerada o sexto jogador do time alvinegro.

No último jogo do Corinthians em casa pela Liga, a força da torcida pode ser comprovada. Enfrentando o Peixe/Mazza (DF), os corintianos saíram atrás no placar por 2 a 0, mas, empurrados pela arquibancada, viraram o placar para 3 a 2 e saíram com a primeira vitória na segunda fase da competição.” Contamos com o apoio da nossa torcida para nos ajudar os 40 minutos”, disse o ala Danilo Baron.

Para o jogador corintiano, o jogo contra o clube gaúcho pode ser considerado o jogo do ano. “Encaramos esta partida como o jogo do ano, porque se conseguirmos um resultado positivo ficaremos muito próximo da vaga para a próxima fase. Além disso, vamos enfrentar um grande adversário que está acostumado a decisões”, disse ele. Para o confronto desta segunda, nenhum dos dois técnicos terá desfalques disciplinares.

ESTADUAL: Timão vence e garante classificação para a próxima fase

Retirado do www.corinthians.com.br
Colaboração Juliano Del Manto


Em uma partida emocionante e disputada, o São Caetano/Corinthians/UNIP bateu a AABB por 2 a 1 na noite desta sexta-feira (5), no ginásio dos adversários. Com a boa apresentação, os alvinegros carimbaram sua passagem para a próxima fase do Estadual, chegando aos 6 pontos, em dois jogos.
“Devido às dimensões da quadra e a necessidade da equipe adversária somar pontos, o jogo foi muito duro. Mas o importante foi vencer e garantir a vaga para a próxima fase”, observou Mauro Sandri – Preparador Físico da equipe.

Os gols do timão foram marcados por Caio junior e outro foi contra. Pelos adversários, André Maluco diminuiu.

O próximo encontro do timão será nesta segunda-feira (8), pela Liga Futsal. A equipe do técnico PC enfrenta o Carlos Barbosa (RS), às 19h15, no ginásio do Parque São Jorge. O duelo será transmitido pela SporTV.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

IMPORTANTE: Carta Aberta dos Preparadores Físicos de Futsal sobre a morte súbita cardíaca

Nós, preparadores físicos de Futsal, abaixo assinados, vimos por meio desta, divulgar e alertar sobre um problema que acomete diversos atletas de várias modalidades em todo o mundo: a morte súbita cardíaca.

Na noite do último sábado, dia 30/07/2011, faleceu o atleta de Futsal Emerson Rodrigues Rocha, o Messinho, aos 38 anos de idade, vítima de morte súbita cardíaca. O jogador faleceu antes mesmo do início do aquecimento de um jogo válido pela série prata do campeonato estadual do Rio Grande do Sul. Foi socorrido ainda na quadra e levado para o hospital onde deu entrada já sem vida.

No dia 02/05/2009, o também atleta de Futsal José Carvalho Cunha Júnior, o Rabicó, de 39 anos, faleceu logo após uma partida válida pela série ouro do campeonato estadual do Rio Grande do Sul. O atleta dava entrevista para uma rádio, teve um mal súbito e infartou na quadra. Foi socorrido no local e posteriormente no hospital, mas infelizmente não resistiu.

Em ambos os casos, tratamos de atletas com idade próxima aos 40 anos e com sobrepeso. Mas será que isto por si só foi a causa?

Além dos atletas de Futsal supracitados, casos recentes de morte súbita cardíaca ainda estão na memória da população mundial, tais como do camaronês Marc Vivien Foe, o espanhol Antônio Puerta do Sevilla, o húngaro Miklos Feher do Benfica e do brasileiro Serginho do São Caetano.

A morte súbita cardíaca (MSC) é um evento repentino, inesperado e traumático, ocorrendo em até uma hora após os primeiros sintomas serem apresentados. Na maioria dos casos, se dá após poucos minutos. Em mais da metade dos casos, o paciente falece sem ter tido nenhum sintoma prévio. Em outros, pode ocorrer tonturas e desmaios prévios, palpitações, anginas (dores do peito) e falta de ar.

O infarto agudo do miocárdio (doença das coronárias) é apenas uma das causas da MSC, junto com arritmias (taquicardias e fibrilação ventricular), cardiopatia hipertrófica (engrossamento das paredes do coração), dentre outras.

As arritmias, que em muitos casos precedem a MSC, levam a um quadro onde o paciente desmaia devido a falta de oxigenação no cérebro, pois o coração trabalha de forma desordenada. Neste caso, é necessária imediata ressuscitação cardio pulmonar e desfibrilação (uso de choque elétrico no peito através de um aparelho chamado desfibrilador).

Os estudos demonstram que cada minuto em que o paciente passa sem desfibrilação diminui em até 10% as chances de recuperação. As chances de sobrevivência aumentam consideravelmente se o paciente recebe socorro em até três minutos após o evento. A morte permanente ocorre após 4 a 6 minutos. Após 10 minutos é muito difícil que qualquer tentativa de ressuscitação tenha sucesso.

Sendo assim, é extremamente aconselhável que todos os ginásios do Brasil possuam um desfibrilador externo automático (DEA), aparelho que pode ser manuseado facilmente por qualquer pessoa, pois é auto explicativo e pode salvar muitas vidas. A MSC é um dos maiores problemas de saúde pública no mundo, acometendo cerca de 712 pessoas por dia no Brasil.

Nos estados do Rio Grande do Sul (lei 13.109), São Paulo (lei 12.736/07), Paraná (lei 14.649/05) e também no município de São Paulo (leis 13.945/05 e 14.621/07), é obrigatório que em locais de grande circulação de pessoas tais como shoppings, ginásios esportivos e estádios tenham à disposição um desfibrilador. Porém muitos ginásios esportivos não estão cumprindo a lei.

Pensando na nossa modalidade, outra forma de prevenção, além da instalação do DEA nos ginásios, é que o atleta passe por uma completa avaliação cardiológica, com exames clínicos (eletrocardiograma, eco cardiograma, etc.) em repouso e durante o esforço também (teste ergométrico).

O cardiologista responsável irá detectar, através destes exames e avaliações, possíveis arritmias, aumentos da cavidade do coração (ventrículos), hipertrofia do miocárdio (comum em atletas de Futsal), entre outros. A partir daí poderá solicitar exames complementares e a periodicidade em que o atleta deverá retornar ao consultório.

Tais medidas visam acima de tudo o bem estar do atleta. Também para que nós, preparadores físicos e treinadores, possamos trabalhar com segurança e para que os clubes se resguardem.

O que notamos no Futsal é que os clubes de ponta demonstram preocupação com o assunto, realizando avaliações e exames cardiológicos com seus atletas. Porém esta não é a realidade da maioria das equipes do Brasil. Muitas vezes, até pelo custo, atletas são submetidos a cargas elevadas de treinamento sem antes ter passado por um processo de avaliação adequado.

Um simples atestado médico não é suficiente. O atleta é diferente da população em geral. Portanto necessita de avaliações específicas, principalmente às relacionadas ao coração.

Na Espanha foi conduzido entre 2008 e 2009 um estudo sobre MSC em atletas de Futebol em que os cientistas tentam mostrar que o coração do jogador deste esporte é diferente dos de atletas de outras modalidades, devido “a doenças genéticas e ao engrossamento elevado das paredes do coração, provocado pelos exercícios intensos, podendo gerar arritmias letais.”

Tendo em vista o problema citado e devido ao fato de que a exigência física no Futsal é cada vez maior, nós preparadores físicos da modalidade, chamamos a atenção e direcionamos esta carta a todos os responsáveis, dirigentes, treinadores, atletas, médicos, fisioterapeutas, veículos de imprensa, entidades (CBFS, Federações, Clubes e Associações) e demais interessados.

Se não tomarmos as medidas cabíveis, veremos mais atletas morrendo dentro de quadra, deixando para trás suas famílias e amigos.

Muitos destes jogadores são o único meio de sustento de suas famílias. Mas para que possam exercer suas funções em quadra, precisam trabalhar com segurança. A vida precisa ser preservada acima de tudo.

Segue abaixo nossas recomendações. Esperamos retorno e providências dos órgãos, entidades e profissionais responsáveis.

 Todo ginásio esportivo deverá ter um desfibrilador externo portátil; O exemplo deve ser dado pelas equipes que disputam a Liga Nacional e seguido pelas demais equipes;

 Todo atleta de futsal deverá passar por avaliação cardiológica completa com um cardiologista pelo menos uma vez por ano. Para atletas acima dos 30 anos recomendamos que a avaliação seja realizada duas ou três vezes por ano ou de acordo com a recomendação médica visto que as adaptações ao treinamento provocam mudanças na fisiologia do coração;

 Sugerimos que a Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) e demais Federações estaduais só aceitem exames médicos assinados por cardiologistas credenciados para atletas de todas as idades tendo em vista que o mal súbito acomete veteranos e jovens, inclusive crianças. A CBFS poderia credenciar cardiologistas em todas as regiões a fim de facilitar o acesso dos clubes;

Os preparadores físicos e treinadores devem redobrar a atenção ao ministrar exercícios para atletas acima dos 30 anos, principalmente aqueles acima dos 35 anos, evitando sobrecargas desnecessárias. Cada caso é isolado e deve ser avaliado pelos profissionais competentes;

Nos clubes, os atletas só deverão iniciar atividade física após as avaliações terem sido realizadas e que os cardiologistas autorizem. Os preparadores físicos e médicos devem alertar suas diretorias para os riscos de morte caso tais medidas não sejam tomadas;

 Ao contratar atletas veteranos, cabe ao clube tomar todas as medidas preventivas possíveis a fim de tentarmos evitar novas tragédias;

 Os profissionais do departamento médico, de fisiologia do exercício e de preparação física devem orientar os atletas sobre os riscos de morte relacionados ao uso, por conta própria, de substâncias ilícitas, drogas, álcool, anabolizantes, anfetaminas, fórmulas para emagrecimento, suplementos alimentares, termogênicos, etc.;

 Cabe ao atleta cuidar do próprio corpo, sua ferramenta de trabalho, mantendo hábitos saudáveis fora das quadras.
Fontes: H Cor (Hospital do Coração) e Sociedade Brasileira de Cardiologia.

1º de agosto de 2011. Profº Harrison Fabricio Muzzy Rodrigues - ACBF/Carlos Barbosa-RS
CREF 10.244-G/RS Profº João Carlos Romano - Seleção Brasileira e Santos F.C.-SP
CREF 0058-G/SP Profº Fabiano Leal Silva - Gazin/Umuarama-PR
CREF 4739-G/RS Profº Marcelo Augusto Schwertz Theisen – Assoeva-RS
CREF 8908-G/RS Profº Elton José Dalla Vecchia – Atlântico de Erechim-RS
CREF 00094-G/RS Profº Mário Eduardo de Oliveira Raulino – Copagril-PR
CREF 14.217-G/SC Profº Carlos Antônio Santos Carvalho – Peixe/Mazza-DF
CREF 0600-G/DF Profº Bernardo Miloski Dias – Poker/PEC-RJ
CREF 16.801-G/SC Profº Mauro Pires de Lima Sandri – São Caetano/Corinthians-SP
CREF 12.099-G/SC Profº Silvio Antônio Cavalheiro de Oliveira – São Paulo/Marília-SP
CREF 40.406-G/SP Profº Felipe Ferraz Conde – C.R. Vasco da Gama-RJ (sub-20)
CREF 22.347-G/RJ Profº Alexandre José Baldasso – ACBF/Carlos Barbosa-RS (sub-20)
CREF 11.666-G/RS

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

SUPLEMENTAÇÃO: Explicações sobre o uso da Creatina

Por David Cardoso (Fisiologista Corinthians Futsal)

A creatina é um aminoácido que desempenha um papel de combustível suplementar das células musculares, ou seja, ela oferece condições tidas como ideais para que o músculo esquelético possa desempenhar sua função de contração. Ela é produzida pelo nosso organismo principalmente no fígado e pâncreas, mas deve ser ainda ingerida em baixa quantidade através dos alimentos ricos em proteínas, como por exemplo carnes vermelhas.
Quando realizamos ações com grande intensidade e curta duração, utilizamos o metabolismo anaeróbio que procura fornecer energia através de reações que não se utilizam do oxigênio. Dentro do metabolismo anaeróbio, temos duas vias chamadas de alática e lática. Dentro do futsal, utilizamos muitas vezes a via alática que procura através de uma reação especial, produzir energia. Na reação, uma molécula chamada de creatinafosfato (CP) se une a uma molécula de adenosinadifosfato (ADP); e forma uma molécula de adenosinatrifosfato (ATP), que é a energia que utilizamos para realizar nossas atividades.

A partir da utilização desta energia produzida pela reação mencionada acima, íons de fosfato ficam livres, prejudicando assim a realização da reação pela diminuição ou não existência da quantidade necessária de CP que são fundamentais para a produção de mais energia.
Por isso se torna importante a ingestão de creatina, pois a partir dela se permite uma boa condição da presença desta molécula e em consequência da produção de CP. O que devemos ressaltar, é que há uma quantidade certa condicionada por fatores genéticos que as células podem absorver. Assim os receptores somente reconhecem certa quantidade do aminoácido, o que nos permite ressaltar a importância de se controlar as dosagens da ingestão desta substância. Lembrando que a quantidade que não é utilizada pelo músculo é filtrada pelos rins e eliminado pela urina.

Ainda ao se ingerir a creatina, favorecemos ao indíviduo retenção de líquidos que auxiliam na diminuição do processo de desidratação, pois a creatina têm também o papel de levar água para dentro das células.

Porém a grande discussão da creatina e de todos os outros suplementos, é se essas substâncias trazem algum efeito colateral. No caso da creatina, não há uma conclusão sobre seus efeitos, porém o que estudos e pesquisas vem demonstrando é que como efeito agudo o indivíduo pode ter diarréia, tonturas e como efeito crônico problemas renais devido a exageros de doses de creatina na suplementação. Portanto dentro do alto rendimento utilizamos a creatina, primeiro como uma fonte de combustível adicional à célula muscular e em um segundo momento como uma ferramenta para o auxílio da diminuição do processo de desidratação. Em nossa equipe utilizamos a creatina apenas antes de jogos, pois eles possuem predominância de ações com grande intensidade e curta duração. E principalmente ressaltar a importância de se ingerir quantidades corretas do suplemento, para não ocasionar efeitos colaterais crônicos sérissimos no futuro
.

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

LIGA FUTSAL: Atleta da equipe do Peixe fratura a perna no jogo contra o Corinthians

Lance onde o atleta Mistura do Peixe/Mazza sofreu uma fratura grave;
Queria deixar claro aos profissionais da área que o lance foi uma casualidade, ao contrário de muitos comentários em sites esportivos que afirmam que o atleta Lukaian do Corinthians tinha sido maldoso;
O vídeo em slow motion ajuda a esclarecer qualquer dúvida
Desejamos ao atleta do Peixe uma excelente recuperação.

video

terça-feira, 2 de agosto de 2011

LIGA FUTSAL: Corinthians conquista primeira vitória na segunda fase

Retirado do http://www.futsaldobrasil.com.br

A equipe do São Caetano/Corinthians/Unip fez o dever de casa na noite desta segunda-feira (1º/8) e venceu o Peixe/Mazza pela segunda fase da Liga Futsal 2011. Atuando no ginásio do Parque São Jorge, o Timão mostrou força e fez 3 a 2 no marcador. Com a vitória de virada, o elenco paulista chegou a quatro pontos e assumiu a liderança isolada do grupo B do nacional.

Empurrados por sua fiel torcida, os corintianos foram pra ci
ma dos visitantes desde o apito inicial, mas acabaram sofrendo com os contra-ataques do time brasiliense. A tática do Peixe deu certo, ao menos nos primeiros instantes, tanto que o elenco comandado por PC Oliveira sofreu dois gols antes mesmo dos cinco minutos – Munin e Rafael marcaram.A etapa inicial seguiu agitada. Numa reação rápida, o alvinegro paulista empatou e levantou os torcedores que compareceram ao Parque São Jorge. Lukaian (primeiro gol do pivô na Liga 2011) e Douglinhas fizeram e deixaram tudo igual na noite.

O Timão cresceu no período final do confronto. Experiente, a equipe paulista adiantou sua marcação e tentou furar o bloqueio rival, o que de fato ocorreu. Restando menos de oito minutos para o fim do jogo, Lukaian, novamente ele, acertou uma bela finalização para garantir a vitória de virada do Corinthians – 3 a 2.
O próximo compromisso do alvinegro paulista na segunda fase da Liga será na próxima segunda-feira (8), as 19h15, contra o Carlos Barbosa (RS). O desafio será transmitido ao vivo pelo canal SPORTV. Um dia depois, o Peixe/Mazza terá pela frente a Gazin, de Umuarama (PR), as 20h15. Paulistas e brasilienses irão atuar em casa.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

LIGA FUTSAL: Timão conta com o apoio da fiel nesta segunda-feira

Colaboração Juliano Del Manto
Retirado do www.corinthians.com.br

Nesta segunda-feira, (01), a equipe principal do São Caetano/Corinthians/Unip tem um jogo importante para a sequência da Liga Nacional. O Timão recebe o Peixe/Mazza (BSB), às 19h15 no ginásio do Parque São Jorge. Os alvinegros precisam da vitória para somar pontos e se aproximar da próxima fase. A equipe do Parque São Jorge estreou na segunda fase com um empate emocionante diante do Gazin/Penalty (PR), e agora diante dos brasilienses precisa fazer os pontos dentro de casa. Para isso, os jogadores contam com a presença da torcida corinthiana.

Para o preparador físico, Mauro Sandri, a equipe que fizer 10 pontos garante a vaga na próxima fase e as vitórias dentro de casa são fundamentais. "Todos estão cientes da importância deste jogo. Precisamos fazer os pontos dentro do nosso ginásio para ter tranquilidade nas partidas fora de casa. Vamos preparar a equipe e tenho certeza que segunda-feira faremos um grande jogo”, concluiu Mauro. Mais uma vez, os comandados do técnico PC de Oliveira contam com o apoio da Fiel torcida nas arquibancadas do ginásio.